Acesso do Candidato

Informe seus dados abaixo para visualizar ou atualizar seu curriculum.

CPF:

Data Nasc.:

Informativo

Cadastre seu e-mail e receba nosso informativo periodicamente.
Email:

Enquete

Como você conheceu a DP?
Panfleto
Jornal
Busca na internet
Amigos
Mídias Sociais
Rádios
Outdoor
Cartazes nas ruas
Confira 14 dicas de o que fazer em um dia lento de trabalho.

Dicas

Confira 14 dicas de o que fazer em um dia lento de trabalho.

Publicada em: 22/01/2014

Todos os dias têm 24 horas, mas alguns deles parecem demorar bem mais para passar.  E, eventualmente, os profissionais sentem isso no trabalho. Segundo Lynn Taylor, especialista em ambiente de trabalho e autora do livro “Tame your terrible office tyrant” (“Dome o terrível tirano de seu escritório”, em tradução livre), os funcionários das empresas não costumam saber como maximizar seu tempo em dias lentos. “Esses períodos podem ser a chave da mudança de jogo se a pessoas usá-los para verificar se está cumprindo a estratégia de cada objetivo de longo prazo”, exemplifica. 

Em artigo publicado no site da Forbes, Taylor, o coach de carreira Mark Strong e os executivas Teri Hockett e Cynthia Kyriazis dão dicas de 14 coisas que podem ser feitas em um dia de trabalho arrastado. Confira:

1- Organize-se: ficar procurando informações desencontradas é perda de foco, energia e aumenta o estresse. A desordem, segundo Kyriazis, a desordem é sintomática para uma tomada de decisão tardia e um dia lento pode ser um ótimo momento para colocar as informações sob controle. Isso serve para os papeis espalhados na mesa e a caixa lotada de emails.

2- Acompanhe as realizações: a maioria dos profissionais não tem tempo para fazer uma lista de suas próprias realizações. Mark Strong acredita que esse inventário torna as avaliações de desempenho muito mais fáceis. O tempo que “sobra” em um dia lento é a oportunidade perfeita para uma análise como essa.

3- Planeje: “cinco minutos de planejamento economizam 30 minutos de execução”, garante Kyriazis. O profissional deve parar e pensar sobre o que pode fazer no próximo dia ou na próxima semana, inclusive se tiver outro dia com um tempo que não passa. 

4- Invista em networking: ter contatos com outras pessoas do mesmo campo de trabalho mantém o profissional em alta e visível em seu círculo.

5- Melhore o relacionamento com sua equipe: aproveite a oportunidade de um dia mais lento e vá almoçar com um colega de trabalho ou até mesmo o seu chefe. Em um ritmo normal de trabalho, é difícil separar um tempo em um ambiente social para discutir algo maior, ou apenas para criar um vínculo mais forte com o time. “Passe algum tempo apreciando aqueles que o rodeiam”, sugere Strong.

6- Avalie seus objetivos e intenções: para a prosperidade, é preciso saber o que se espera para os próximos meses ou anos. Torne suas intenções mais visíveis para que você possa observar a evolução todos os dias e compartilhar livremente com seus colegas.

7- Sonhe: já que o dia demora a passar, tudo bem perder uma hora pensar em como você gostaria que as coisas fossem, novos produtos que você gostaria de lançar e como o trabalho poderia ser melhor. Hockett acredita que sonhar acordado pode ser efetivo em um dia lento porque anima a mente e oportuniza visualizar aquilo que gostaria de alcançar na vida profissional.

8- Avalie como você usa o tempo: será que o dia não está lento porque você não está administrando bem as horas? Para ter certeza, crie um documento com o fluxo de trabalho e faça ajustes para torná-lo mais eficiente. Se você às vezes se sente como se estivesse afogado em tarefas, esse é o momento ideal para fazer mudanças reais.

9- Aprenda: “use o tempo extra para expandir seu conhecimento profissional”, sugere Hockett. E Taylor complementa dizendo que compartilhar novas informações, como links interessantes, é muito apreciado por chefes, colegas de trabalho e clientes.

10- Faça algum exercício: vá para uma caminhada ou fique um pouco a mais na academia. Seja como for, é importante se manter em movimento.

11- Melhore um processo: na correria da rotina, é difícil perceber os detalhes das tarefas. Os tempos lentos podem ser usados para avaliar um processo ou um sistema usado com freqüência a fim de encontrar oportunidades para criar eficiência ou melhorar a maneira de trabalhar.

12- Voluntarie-se: considere oferecer ajuda para os colegas da equipe ou para outros departamentos. “Isso poder ajudar aqueles que não estão tendo um dia lento e também faz o profissional adquirir novas habilidades, relacionadas ao plano de carreira ou só por diversão”, diz Hockett.

13- Atualize seu chefe: depois de ter tido a chance de recuperar o fôlego em um dia lento, refletindo sobre a carreira e pensando em projetos futuros, você tem a oportunidade de contar para seu chefe sobre as novas descobertas. Mostre suas realizações, seus projetos e seus próximos passos. É uma atitude que reforça as suas capacidades para coisas maiores e melhores no futuro.

14- Corra atrás ou chegue adiantado: confira os prazos ou se alguma tarefa adiada ficou para trás. Um dia lento pode ser raro e, por isso, é importante vê-los como uma chance de se concentrar em seus próprios interesses e ser pró-ativo, ao invés de reativo para as necessidades dos outros.

Pense Empregos


Arquivo de Dicas

+ Veja mais dicas

DP Empresarial - Todos os Diretos Reservados - CNPJ: 02.961.841/0001-90
  • Blumenau SC | (47) 3331-3600
Acompanhe nossos canais: Dpempresarial no facebook! Twitter | Dp Empresarial Dpempresarial no blogspot! Dpempresarial no linkedin!

Desenvolvido por